Português | Inglês





Pressione Enter para iniciar a Busca.





Volume 112, Nº 6, Junho 2019

   

DOI: http://www.dx.doi.org/10.5935/abc.20190067

ARTIGO ORIGINAL

Programa do Ginásio Experimental Olímpico e sua Associação com a Prevalência de Fatores de Risco Cardiovascular em Adolescentes: Estudo Transversal

Carlos Scheer

Lucas Helal

Filipe Ferrari

Luciano Juaçaba Belém

Leonardo Correa Castro Fabiano

Ludmila Talita Pinheiro

Ricardo Stein



Resumo

Fundamento: A doença cardiovascular (DCV) é a principal causa de morte em todo o mundo. A atividade física (AF) e uma dieta adequada, quando adotadas na infância e na adolescência, podem reduzir a carga da DCV na fase adulta. O projeto “Ginásio Experimental Olímpico (GEO)” foi implementado para aumentar os níveis de AF dos estudantes por meio de AF regular e hábitos alimentares saudáveis.

Objetivos: estimar e comparar a prevalência dos fatores de risco para DCV em GEOs versus escolas regulares (ERs), e avaliar associações entre o meio escolar e os fatores de risco cardiovascular.

Métodos: Neste estudo transversal que incluiu um grupo de comparação, estudantes com idade entre 12 e 13 anos de três GEOs (n = 719) e três ERs (n = 394) foram avaliados após um ano de participação no programa para estimar a prevalência de sobrepeso, pré-hipertensão/hipertensão, e de glicemia e perfil lipídico alterados. Um α de 0,05 foi usado para inferências estatísticas.

Resultados: Estudantes de ERs apresentaram maior chance de serem hipertensos (OR 1,86; 1,36–2,54) e apresentarem sobrepeso (OR 1,49; 1,13–1,98) que estudantes de GEOs. A glicemia não estava alterada na maioria dos casos, independentemente do tipo da escola, e não houve diferenças quanto ao perfil lipídico. Na análise de sensibilidade estratificada por gênero, estudantes do sexo feminino das ERs apresentaram maior probabilidade de apresentarem índice de massa corporal elevado que os do sexo masculino.

Conclusão: A exposição dos adolescentes às políticas adotadas pelos GEOs associou-se positivamente com uma importante redução nos fatores de risco para DCV, incluindo hipertensão e sobrepeso. (Arq Bras Cardiol. 2019; 112(6):775-781)

Palavras-chave: Doenças Cardiovasculares/mortalidade; Hipertensão; Sobrepeso; Dislipidemias; Exercício; Estilo de Vida; Criança; Adolescente; Dieta.